Próximos anos marcados por investimento com Espanha de 382 milhões de euros

O Governo quer reforçar a cooperação entre Portugal e Espanha, acelerando a execução do Programa Operacional transfronteiriço (POCTEP) entre os dois países nos próximos quatro anos.

O ministro-adjunto Eduardo Cabrita, que esteve na quinta-feira, em Moraleja, Espanha, na inauguração da XX Feira Raiana, disse que o Governo vai reforçar a cooperação transfronteiriça e valorizar o potencial das relações económicas entre Portugal e a região espanhola da Extremadura.

Neste âmbito, pretende acelerar a execução do POCTEP de forma que, nos próximos quatro anos, sejam canalizados para a cooperação entre os dois países investimentos superiores a 382 milhões de euros.

Segundo o governante, os mais de 400 quilómetros de fronteira que Portugal e a Extremadura espanhola partilham, "são um espaço privilegiado de cooperação, conhecimento e colaboração".

No âmbito do POCTEC, Eduardo Cabrita sublinhou que serão aprovados projetos em áreas prioritárias como o crescimento inteligente para a promoção da inovação, crescimento inclusivo para a competitividade empresarial, crescimento sustentável para a prevenção de riscos e melhor gestão dos recursos naturais.

Estes projetos envolvem não só instituições públicas, como também associações empresariais, universidades, empresas, associações dos dois países.

O governante fez ainda alusão à Unidade de Missão para a Valorização do Interior (UMVI) que, brevemente, irá apresentar um conjunto de medidas que pretendem contrariar a tendência de despovoamento e de desinvestimento no interior de Portugal.

Segundo Eduardo Cabrita, essas medidas devem também aproveitar todo o potencial da proximidade a Espanha, incrementando a interação com a Extremadura e afirmando o interior como centralidade no mercado ibérico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG