Governo português condena teste nuclear da Coreia do Norte

O Ministério dos Negócios Estrangeiros criticou a flagrante violação das normas da comunidade internacional por parte da Coreia do Norte

O Governo português condenou o teste nuclear realizado hoje pela Coreia do Norte, considerando tratar-se de "mais uma flagrante violação" das obrigações daquele país perante a comunidade internacional.

Numa nota divulgada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, Portugal exorta a Coreia do Norte "a retomar um diálogo sério com a comunidade internacional no sentido de um abandono irreversível e verificável do seu programa nuclear, que ameaça de forma evidente a paz e a estabilidade".

A Coreia do Norte confirmou hoje ter levado a cabo o quinto ensaio nuclear "com sucesso", informou a televisão oficial norte-coreana, no dia em que o país celebra o 68.º aniversário da sua fundação.

A confirmação do ensaio nuclear surge depois de Seul ter dito que este foi o teste mais potente alguma vez realizado por Pyongyang.

Um tremor de terra de cerca de 5 graus de magnitude foi detetado às 09:30 locais (01:30 em Lisboa), muito perto da base de testes nucleares de Punggye-ri, cenário de quatro ensaios nucleares anteriores, pelo serviço meteorológico sul-coreano, assim como pelo Centro Sismológico da Europa, Serviço Geológico dos Estados Unidos e agência meteorológica japonesa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG