Francisco George eleito presidente da Cruz Vermelha

Antigo diretor-geral da Saúde foi eleito pelo Conselho Supremo da Cruz Vermelha

O ex-diretor-geral da Saúde, Francisco George, foi eleito por unanimidade presidente da Cruz Vermelha esta quinta-feira.

Francisco George deixou a Direção-Geral da Saúde no passado dia 20 de outubro, por completar 70 anos, o limite de idade para permanecer da função pública. Ocupou o cargo na DGS por 12 anos, mas contou 44 de serviço público.

"Ficar em casa não faz sentido para mim", disse em entrevista ao DN, publicada no dia em que deixou a DGS.

Francisco George integrava há muitos anos o Conselho Supremo da Cruz Vermelha, em representação do Ministério da Saúde.

Exclusivos