Escolas e Câmara da Covilhã acompanham situação de estudantes de autocarro que se despistou

A Câmara da Covilhã está a estabelecer todos os contactos institucionais e agirá de modo "a dar todo o apoio possível aos familiares e aos próprios alunos"

A Câmara da Covilhã e o Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto, onde estudam a maioria dos alunos que seguiam no autocarro que hoje se despistou perto de Nisa, no regresso de uma viagem de finalistas, já estão a acompanhar a situação.

Contactado pela agência Lusa, o diretor do Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto, Aníbal Mendes, explicou que os elementos da direção da escola têm estado em contacto com os alunos e que, da informação recolhida, serão 35 os estudantes desta escola que seguiam neste autocarro não se sabendo, para já, se os restantes também são da Covilhã ou de outra localidade.

"A viagem não é organizada por nós, mas naturalmente que faremos tudo para ajudar os alunos, pelo que, vamos imediatamente deslocar-nos ao hospital onde estejam a maioria dos alunos, de modo a percebemos melhor a situação porque a informação que nos chega não é muito clara", referiu.

Igualmente contactado pela Lusa, o presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira, adiantou que o município deste distrito de Castelo Branco já está a estabelecer todos os contactos institucionais e que agirá de modo "a dar todo o apoio possível aos familiares e aos próprios alunos".

No que se refere à Escola Quinta das Palmeiras, o diretor, João Paulo Mineiro, esclareceu que a informação que lhe foi transmitida pelos estudantes é a de que os alunos dessa escola seguiam noutro autocarro.

Entre os feridos ligeiros estará também um aluno da Escola Secundária Campos Melo, que se juntou as colegas dos outros estabelecimentos de ensino, segundo disse à Lusa a diretora, Isabel Fael.

Uma pessoa morreu num despiste de autocarro que ocorreu esta tarde no IP2, no concelho de Nisa, distrito de Portalegre, e 48 pessoas ficaram feridas e estão ainda em avaliação, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

Segundo disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre, um dos feridos é grave e foi encaminhado para o hospital de Portalegre, bem como cinco feridos ligeiros. Uma outra pessoa com ferimentos ligeiros foi encaminhada para o hospital de Castelo Branco.

Os restantes feridos estão a ser avaliados no local do acidente.

Também o hospital de Abrantes vai receber feridos, segundo fonte do Ministério da Saúde.

Fonte da GNR de Portalegre disse à Lusa que o autocarro seguia com 48 passageiros e um condutor e o CDOS acrescenta que os passageiros são maioritamente jovens entre os 18 e os 23 anos e provenientes da Covilhã, que estavam a regressar de uma viagem de finalistas.

O despiste ocorreu no Itinerário Principal 2 (IP2), entre o nó de Arez e a Barragem de Fratel. O trânsito nesta zona está cortado nos dois sentidos.

De acordo com a página oficial da Proteção Civil, o acidente ocorreu pelas 17:56, na freguesia de Arez e Amieira do Tejo, concelho de Nisa, e no local estão 41 veículos, 99 operacionais e um meio aéreo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG