Eduardo Barroso: "Aquela loucura de andar a prolongar a vida não vai ser feita"

Eduardo Barroso, sobrinho de Mário Soares, esteve esta sexta-feira no Hospital da Cruz Vermelha e falou aos jornalistas sobre a situação clínica do ex-presidente

Eduardo Barroso, médico de profissão e sobrinho de Mário Soares, visitou a família esta sexta-feira no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde Soares está internado desde 13 de dezembro.

Barroso, que tem sido presença constante durante o internamento do tio, falou aos jornalistas e acabou por referir que a vida de Mário Soares não será prolongada artificialmente, com recurso às máquinas, por decisão da família. "Aquela loucura de andar a prolongar a vida não vai ser feita", disse à imprensa.

"Há altura em que temos de saber parar, não ventilar, tomar decisões difíceis", disse, recorrendo à sua própria experiência enquanto médico. Ou seja, acrescentou, "não se vai fazer diálise, não se vai ventilar, não se vai fazer nada cardíaco".

Frisando que a decisão é tomada pelos médicos e pelas famílias, acrescentou que, no caso de Mário Soares, essa decisão já foi tomada. "Mas, neste momento, funciona tudo", sublinhou, descrevendo o tio como "uma força da natureza".

Eduardo Barroso acabou por revelar que António Guterres, designado secretário-geral da ONU, telefonou na quinta-feira a Isabel Soares, a filha de Mário Soares, para lhe perguntar se tudo estava a ser feito para salvar a vida do ex-presidente, nomeadamente se havia recurso a algum suporte artificial de vida. Isabel Soares terá respondido que nada será feito para além do que é clinicamente razoável.

Boletim clínico

Na atualização do estado de saúde do ex-presidente, feita ao meio-dia desta sexta-feira, o porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha informou que Mário Soares continua em situação muito crítica, apesar de o seu estado de saúde estar "estabilizado em relação ao dia de ontem". A equipa clínica que acompanha o ex-presidente "mantém a situação como muito crítica e com prognóstico reservado".

Mário Soares continua em coma profundo e sem qualquer suporte técnico às funções vitais, acrescentou o porta-voz da unidade hospitalar.

O próximo boletim clínico de Mário Soares será divulgado amanhã, sábado, 31 de dezembro, ao meio-dia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG