Dois meses para fechar montante de recapitalização da CGD

Mário Centeno afirmou hoje que os salários da administração deverão ser em linha com o que é praticado no setor

O ministro das Finanças afirmou hoje que dentro de dois meses o montante do plano de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos deverá estar fechado. Esse aumento de capital por parte do acionista Estado está limitado a 2,7 mil milhões de euros, lembrou o governante.

Mário Centeno esclareceu ainda que as remunerações dos elementos do Conselho de Administração deverão estar em linha com as praticadas no setor.

"As indicações do acionista Estado são que essas remunerações estejam em linha de conta com as praticadas no setor", afirmou Mário Centeno, lembrando que se trata de um mercado concorrencial. Também relativamente aos custos de restruturação da Caixa, o governante garantiu que estes também vão seguir aquilo que é a prática no setor. Sem confirmar o valor de 700 milhões de euros, que tem sido referido como o montante para esse processo, Centeno não avançou números, mas voltou a reforçar que não haverá despedimentos.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.