Costa convidou ex-líderes, só Ferro vai aparecer

Uns porque não podem, outros porque não querem. De todos os ex-líderes do PS, só Ferro Rodrigues comparecerá amanhã na cerimónia com que o partido celebrará 43 anos de existência.

A efeméride será assinalada com uma festa convívio na sede nacional, em que estará presente o secretário-geral, António Costa, e para a qual foram convidados fundadores e antigos líderes deste partido.

Mário Soares (líder desde a fundação, em 1973, até 1986) e Jorge Sampaio (1989-1992) estarão ausentes por razões de saúde.

Vítor Constâncio (1986 - 1989) porque deixou de ter qualquer atividade partidária desde que ascendeu a vice-presidente do Banco Central Europeu; António Guterres (1992 - 2002) porque está envolvido na sua campanha para secretário-geral da ONU; José Sócrates (2004 - 2011) e António José Seguro (2011 - 2014) porque não querem.

Assim, o único ex-secretário-geral do PS a comparecer deverá ser o atual presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, que liderou o PS entre 2002 e 2004. Segundo a Lusa, foram também convidados os fundadores do partido (o PS nasceu numa reunião em Bad Munstereifel, na República Federal Alemã, que terminou no dia 19 de abril de 1973).

Na festa, que começará pelas 18:00, terão lugar atuações musicais de Carlos Alberto Moniz e de um DJ Set.

Em declarações à Lusa, a secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, disse que o objetivo desta iniciativa "é abrir as portas da sede nacional do partido a todos". "Queremos um partido de portas abertas à sociedade. Por isso, queremos assinalar o aniversário com uma festa", justificou Ana Catarina Mendes.

Em 2015, a cerca de cinco meses das eleições legislativas, o PS assinalou o seu 42º aniversário com uma viagem de comboio entre Lisboa e o Porto, com paragens para curtas ações políticas no Entroncamento, Pombal, Coimbra e Aveiro.

No Porto realizou-se depois um comício que teve intervenções de António Costa e dos dois ex-Presidentes da República com origem nas fileiras do partido, Mário Soares e Jorge Sampaio.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG