CDS chama ministro do Ambiente ao Parlamento

O CDS quer o ministro do Ambiente no Parlamento a responder sobre a polémica em torno da central nuclear espanhola de Almaraz

O CDS quer o ministro do Ambiente no Parlamento a responder sobre a polémica em torno da central nuclear espanhola de Almaraz. Telmo Correia, deputado centrista, disse que a convocatória do CDS será para João Pedro Matos Fernandes ir a uma reunião da comissão de Ambiente na próxima semana. Mas se esse requerimento for chumbado - acrescentou - então o partido convocará o ministro ao plenário.

Para Telmo Correia, a estratégia do Governo tem sido tanto "errada" como "equívoca". "Falta liderança" e "ação política", acusou o deputado centrista.

No seu entender, a questão de Almaraz é "matéria da maior preocupação" e de "interesse nacional absoluto". Portugal, afirmou, "suporta muito dos riscos" pelo funcionamento daquela central nuclear (que fica a cem quilómetros da fronteira de Monfortinho e é alimentada por um afluente do Tejo) e "não colhe nenhum dos benefícios".

O ministro do Ambiente esteve hoje reunido em Madrid com ministros espanhóis a discutir o projeto das autoridades daquele país de construírem um armazém para os resíduos que a central produz.

Tendo ficado claro que a intenção espanhola é mesmo de levar o projeto avante, o Governo português avançará agora para uma queixa contra Espanha junto da Comissão Europeia.

Telmo Correia salientou que a construção do armazém significa que Madrid tenciona manter a central em funcionamento pelo menos mais 20 anos para lá da data prevista de encerramento (2020).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG