Católica e Nova quase empatadas no ranking do FT

As escolas de negócios das duas universidades estão nos 26.º e 28.º lugares do ranking das 85 melhores da Europa

Com pontuações quase idênticas na maioria dos campos avaliados, a Católica Lisbon e a Nova School of Business and Economics, escolas de Economia e Gestão das Universidades Católica e Nova, ocupam este ano o 26.º e o 28.º lugares dos rankings do Financial Times. É o oitavo ano consecutivo em que escolas nacionais conseguem marcar presença entre a elite das 85 melhores da área na Europa, numa tradição que começou a ser escrita pela Católica e que, atualmente, abrange uma terceira escola nacional: a Porto Business School, que ocupa o 62.º lugar.

Entre as duas escolas de negócios de Lisboa, são mais as semelhanças do que as diferenças no desempenho. A Católica destaca-se mais na formação de executivos já no ativo, a Nova está à frente em alguns campos dos chamados mestrados "pré-experiência". Noutros campos, os desempenhos são idênticos. E chegam, em ambos os casos, para superar instituições com grande reputação internacional, como a Aalto University (Finlândia), a Copenhagen Business School (Dinamarca) e a University College Dublin (Irlanda).

Já há alguns anos que tem sido assim: a rivalidade prossegue, a par e passo, mesmo quando está em causa uma competição onde entram as melhores do Velho Continente ou do mundo. E ambas as escolas têm beneficiado dela. Até porque, além de rivais, também são aliadas em algumas ofertas.

Leia mais pormenores no e-paper do DN ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG