Bernardino Soares recandidata-se à Câmara de Loures pela CDU

Bernardino Soares preside a Câmara Municipal de Loures desde 2013. Candidata do PS será Sónia Paixão

Bernardino Soares (CDU) vai recandidatar-se à presidência da Câmara Municipal de Loures nas eleições autárquicas deste ano, anunciou hoje a concelhia da CDU local.

O anúncio da recandidatura de Bernardino Soares foi feito na página da internet da concelhia da CDU de Loures, que refere que a apresentação pública irá ter lugar no próximo dia 12.

A agência Lusa contactou Bernardino Soares, que remeteu eventuais comentários para mais tarde.

Bernardino Soares preside a Câmara Municipal de Loures desde 2013, tendo sucedido no cargo ao socialista Carlos Teixeira, após este ter cumprido 12 anos de mandato.

O atual executivo é composto por quatro vereadores da CDU, por quatro do PS e por dois da Coligação Loures Sabe Mudar (PSD, MPT e PPM).

Entretanto, no concelho de Loures, o PS também já anunciou que irá candidatar à presidência da Câmara a socialista Sónia Paixão, atual vereadora sem pelouro naquela autarquia.

No município de Loures, situado na Área Metropolitana de Lisboa, residem cerca de 200 mil pessoas.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.