Alunos vão fazer prova de aferição no 2.º, 5.º e 8.º anos

Exames só no 9.º ano a Português e Matemática. Este ano já se realizam as provas de aferição

O Ministério da Educação (ME) acabou de anunciar as alterações à avaliação dos alunos no ensino básico. Em comunicado, a tutela explica que os processos de aferição se vão realizar no 2.º, 5.º e 8.º anos de escolaridade, "antes da conclusão de cada ciclo de modo a poder agir atempadamente sobre as dificuldades detetadas".

Estas provas, marcadas este ano para a última semana de aulas (no caso do 2.º e 5.º anos) e para depois do fim das aulas (no 8.º ano), vão incidir sobre "todas as áreas do currículo de modo a contrariar o estreitamento curricular". Ou seja, vão ser avaliadas todas as disciplinas de forma rotativa. Este ano vão ser avaliadas Português e Matemática, que até aqui estavam sujeitas a exame, mas a partir do próximo ano letivo outras matérias vão ser testadas.

Este ano, no entanto, os alunos do 2.º ano vão também ser avaliados a Estudo do Meio, através de questões incluídas nas provas de aferição de Português e Matemática. As Expressões só serão testadas no próximo ano letivo. Estas provas vão ser feitas "por regra" na escola de origem dos alunos e não na escola sede de agrupamento como acontecia com os exames do 4.º ano.

As provas de aferição vão substituir já a partir deste ano os exames do 4.º e 6.º anos e não contam para a nota.

O ministério tutelado por Tiago Brandão Rodrigues anuncia ainda a criação de um grupo de trabalho que vai acompanhar a implementação deste modelo de avaliação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG