Acidente faz seis mortos e dois feridos graves na Marateca

O acidente envolveu um automóvel e uma carrinha de nove lugares, onde seguiam trabalhadores para a refinaria de Sines. O trânsito ainda está cortado no IC1

Seis pessoas morreram e duas ficaram feridas em estado grave num acidente ocorrido esta quinta-feira ao início da manhã no IC1, entre a Marateca e Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal, disse fonte da Proteção Civil. As seis vítimas mortais integravam um grupo de trabalhadores que prestavam serviços à refinaria de Sines, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Águas de Moura.

Ao que tudo indica o acidente foi provocado pelo despiste de uma viatura que invadiu a faixa contrária, revelou o comandante do destacamento de trânsito de Setúbal da GNR.

Segundo o capitão Antonino Ferreira - que não dispunha de informação para indicar qual dos dois veículos envolvidos invadiu a faixa contrária -, o condutor da viatura de mercadorias, que transportava materiais para a AutoEuropa, é de nacionalidade espanhola e sofreu ferimentos graves, tendo sido transportado para o Hospital de São Bernardo, em Setúbal. Para onde foi transportado o outro ferido grave deste acidente.

No que respeita aos sete ocupantes da viatura ligeira, seis dos quais acabaram por morrer no local, Antonino Ferreira disse que já tinha sido apurada a nacionalidade de três deles -- dois portugueses e um brasileiro.

A mesma fonte salientou que estão ainda a decorrer diligências para apurar a nacionalidades dos outros quatro ocupantes.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) Setúbal, a colisão, ocorrida pelas 06:53 na localidade de Vale do Cão, no sentido Norte-Sul, envolveu um automóvel e uma carrinha de nove lugares e não de 12 como tinha avançado anteriormente.

Ao DN, o CDOS de Setúbal avança que todas as vítimas mortais seguiam na carrinha.

No local, pelas 09:10, estavam 28 operacionais apoiados por 11 viaturas dos bombeiros de Alcácer do Sal e Águas de Moura, GNR e INEM.

O INEM de Águas de Moura e de Alcácer do Sal estiveram igualmente no local, assim como as viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) de Setúbal e do Barreiro.

O IC1 ainda permanecia cortado por volta das 11.00. A GNR prevê a reabertura da estrada até cerca das 12.00.

Notícias atualizada às 11.49

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG