Marinha Grande. Vereador exonerado de funções

A presidente da Câmara da Marinha Grande exonerou do cargo o ex-vice-presidente da câmara socialista que vai concorrer pelo PSD. Esta noite o PS adiantou que lhe retirar a confiança política, depois do próprio se ter demitido do partido.

O vereador Carlos Caetano foi esta sexta-feira exonerado das funções autárquicas que desempenhava, "ao abrigo do n.º 1 do artigo 165.º do Código do Procedimento Administrativo", anunciou a presidente da Câmara na página do Município. Com esta decisão, Caetano deixa de ser vice-presidente da Câmara e vereador a tempo inteiro, "por ausência de confiança política na sequência das notícias tornadas públicas nos últimos dias", adianta a presidente, Cidália Ferreira.

Tal como o DN noticiou esta semana, o vereador (militante do PS) foi anunciado como candidato do PSD à Câmara da Marinha Grande, esperando-se que seja entretanto homologado pela nacional do partido.. Mas quando confrontado pela presidente da Câmara - a quem substituía no cargo, nos últimos dias - negou ter aceite o convite, confirmando apenas ter sido convidado, disse ao DN fonte daquela autarquia. Mas no mesmo dia, quarta-feira, "apresentou o pedido de demissão do PS", revelou esta noite a comissão política concelhia do partido, numa nota enviada à imprensa.

Nelson Araujo, presidente da concelhia socialista da Marinha Grande, e chefe de gabinete da presidente da Cãmara, adianta ainda que aquele órgão irá reunir na próxima segunda-feira, 10 de maio, com o intuito de "retirar a confiança política ao vereador Carlos Caetano".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG