Um deputado infetado e 25 contactos de alto risco no parlamento isolados

Deputado, cuja identidade não foi revelada, apresenta sintomas ligeiros, divulgou Secretaria-Geral da Assembleia da República

Um deputado da Assembleia da República está infetado com o novo coronavírus e 25 pessoas, entre funcionários e deputados, foram identificadas como contactos de alto risco e aconselhadas a ficar em isolamento.

Esta informação foi prestada pela Secretaria-Geral da Assembleia da República em resposta a questões colocadas pela agência Lusa, na sequência de notícias divulgadas na quarta-feira que davam conta da infeção de um deputado.

"Tanto o referido deputado como os contactos de alto risco (funcionários e deputados) foram aconselhados pelo SNS a garantir o devido isolamento e irão realizar teste PCR entre o 5.º e o 10.º dia após contacto", lê-se na resposta.

A Assembleia da República informou que "realiza, com periodicidade semanal, entre 120 e 150 testes de deteção de antigénio" e que até agora foram feitos "cerca de 3.900 testes, que envolvem deputados, funcionários, jornalistas e prestadores de serviços nas instalações da Assembleia da República".

Segundo a Secretaria-Geral, na quarta-feira "foram realizados 140 testes, durante os quais um deputado testou positivo" ao novo coronavírus SARS-CoV-2, e "apresenta sintomas ligeiros (dores musculares)" da doença covid-19.

"Como [o deputado] esteve, durante o período da manhã, em duas reuniões, foram identificados todos aqueles que com ele tiveram contacto próximo nos últimos dois dias, no âmbito da Assembleia da República. Foram realizados os habituais inquéritos epidemiológicos e identificados 25 contactos de alto risco e 6 contactos de baixo risco", refere-se na resposta.

As pessoas identificadas como contactos de baixo risco "podem continuar a desempenhar as suas atividades, mas devem monitorizar eventuais sintomas -- caso venham a ter sintomas devem contactar a linha de Saúde 24".

"Foi ainda realizada a desinfeção dos espaços em que permaneceram", adiantou a Secretaria-Geral da Assembleia da República.

Em Portugal, já morreram mais de 17 mil doentes com covid-19 e foram registados mais de 916 mil casos de infeção, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG