Políticos concentram férias a Sul, com Obama, Saramago e alguns podcasts na bagagem

A maioria dos políticos vai fazer férias em Portugal, a exceção é André Ventura que irá de férias para o estrangeiro, na segunda quinzena de agosto. Líder do PSD vai aproveitar para ler o livro de memórias de Barack Obama.

A maioria dos principais protagonistas políticos do país vai fazer férias em Portugal, principalmente no Algarve, levando na bagagem livros de autores como Barack Obama ou José Saramago, mas também alguns podcasts sobre ciência ou história.

De acordo com o Palácio de Belém, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, terá "uns dias de férias mais para o final do mês de agosto", em Portugal, ainda sem local definido.

Já o primeiro-ministro, António Costa, segundo fonte do gabinete do executivo, esteve de férias na última semana de julho, podendo eventualmente tirar mais alguns dias no final do mês de agosto.

Fechadas as portas da Assembleia da República até 6 de setembro, o presidente do parlamento, Augusto Santos Silva, "estará de férias nas últimas duas semanas de agosto, com a família, no Algarve, como habitualmente" e para leitura "levará romances de autores como, por exemplo, Nélida Piñon, Javier Cercas ou Fernando Aramburu", adiantou fonte oficial.

O presidente do PSD, Luís Montenegro, vai passar "uma semana de férias no Algarve" que terminará no dia da tradicional rentrée política dos sociais-democratas, a Festa do Pontal, em 14 de Agosto.

Apesar do descanso, Montenegro vai acompanhado com alguns "dossiers de trabalho", mas também o livro "Uma Terra Prometida", as memórias do antigo presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama.

O presidente do Chega, André Ventura, é o único líder partidário que irá rumar ao estrangeiro para as suas férias, na segunda quinzena de agosto, escolhendo para ler "O Primeiro Homem", de Albert Camus.

Já o líder da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, ficará 'cá dentro' seis dias durante o mês de agosto acompanhado por autores como João Tordo ("A noite em que o Verão acabou"), Miguel Torga ("Vindima"), E. Fawcett ("Liberalism -- The Life of an idea"), Nietzsche ("Para além do Bem e do Mal") ou as memórias do antigo presidente do PSD Francisco Pinto Balsemão.

Aos livros, o presidente da IL junta podcasts como "O resto é história", de Rui Ramos e João Miguel Tavares na rádio Observador, ou "Tubo de Ensaio", da TSF, da autoria de Bruno Nogueira e João Quadros.

Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, estará de férias até às primeiras semanas de agosto com a família no sul do país, e levará consigo o livro "Levantado do Chão" do Nobel português da literatura, José Saramago, "cujo centenário do nascimento se assinala este ano, e onde traça um retrato da história da heroica luta do povo e dos trabalhadores agrícolas contra a exploração secular e pelas suas condições de vida", destacou o gabinete de imprensa.

Já Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, estará com a família na região centro em agosto, e na mala de viagem levará "O jogo do mundo" de Julio Cortázar, "uns quantos policiais e as playlists das filhas".

Inês Sousa Real, líder do Pessoas-Animais-Natureza (PAN) tem férias marcadas para a última quinzena de agosto na costa alentejana e no Algarve, acompanhada pelo "Livro da Esperança", de Jane Goodall e Douglas Abrams, ou "Querida Ijeawele" de Chimamanda Ngozi Adichie, entre outros.

"Para descontrair", a deputada gosta de ouvir os programas "Prova Oral" e "Aleixo Fm", da Antena 3, o podcast de jornalismo "Fumaça" e o "Do Género", do jornal Público.

Rui Tavares, deputado único do Livre e historiador, passará as férias em família na aldeia de origem, no Ribatejo. Para ler leva "M, o Filho do Século", de Antonio Scurati e para "reler" o livro "Latim do Zero e Nova Gramática do Latim", de Frederico Lourenço.

O podcast de férias será o "20 mil léguas", um podcast de história da ciência de Sofia Nestrovski e Leda Cartum.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG