Estado de saúde do candidato do PS à Câmara de Viseu "agrava-se substancialmente"

De acordo com fonte do hospital de Viseu, João Azevedo "inspira os maiores cuidados" devido a uma cardiopatia grave.

A situação clínica do candidato do Partido Socialista (PS) à Câmara de Viseu, João Azevedo, "agravou-se substancialmente", depois de ter dado entrada no hospital de Viseu no domingo, disse esta quarta-feira à agência Lusa fonte da sua candidatura.

"A situação agravou-se substancialmente. É um quadro clínico de choque. Tem uma cardiopatia grave e tem feito medicação dirigida ao coração e endovenosa. Neste momento, inspira os maiores cuidados", sublinhou a mesma fonte.

"O prognóstico é muito reservado" e tem agendado para esta quinta-feira um cateterismo para se perceber a origem do problema e encontrar as "possibilidades terapêuticas", adiantou.

João Azevedo deu entrada no Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) no último domingo com "problemas cardiovasculares" tendo ficado internado nos cuidados intensivos coronários, em "situação um bocadinho crítica", e com o objetivo de realizar mais exames.

João Azevedo, 46 anos, é, atualmente, deputado da Assembleia da República, e foi o primeiro a assumir a candidatura à Câmara Municipal de Viseu, pelo PS, depois de ter sito presidente no concelho vizinho de Mangualde, desde 2009, de onde saiu para o Parlamento.

Entre 1997 e 2019, João Azevedo -- que é formado em Educação Física e pós-graduado em Administração e Planificação da Educação -- desempenhou funções como a de adjunto do governador civil de Viseu e de assessor do grupo parlamentar do PS e do secretário de Estado da Administração Marítima e Portuária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG