Costa cancela visita a Moçambique devido a risco de incêndios

Primeiro-ministro contactou telefonicamente o presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, para explicar "pessoalmente esta situação".

O primeiro-ministro, António Costa, cancelou este sábado a visita a Moçambique prevista para segunda e terça-feira, devido "às previsões meteorológicas que indicam um agravamento muito sério do risco de incêndio rural nos próximos dias".

"Face às previsões meteorológicas que indicam um agravamento muito sério do risco de incêndio rural nos próximos dias, especialmente entre domingo e quarta-feira, o primeiro-ministro cancelou a visita oficial a Moçambique, prevista para os próximos dias 11 e 12 de julho, de modo a estar permanentemente disponível no país", lê-se num comunicado hoje divulgado pelo gabinete de António Costa.

Segundo o comunicado, António Costa "contactou telefonicamente o Presidente [de Moçambique] Filipe Nyusi explicando pessoalmente esta situação".

"Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos dois países agendarão nova data com a maior brevidade possível", é ainda indicado.

O primeiro-ministro ia a Maputo por ocasião da V Cimeira Luso-Moçambicana e tinha também na agenda encontros institucionais com as autoridades políticas de Moçambique, com empresários e com a comunidade portuguesa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG