Catarina Martins não se demite de líder do BE

A coordenadora do BE, Catarina Martins, garantiu que cumprirá "por inteiro" o seu mandato à frente do partido, respondendo aos "caçadores de cabeças" que os bloquistas não decidem a sua direção de acordo com resultados eleitorais.

À saída da audiência de uma hora com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, Catarina Martins foi questionada pelos jornalistas sobre se a liderança do BE foi discutida nesta reunião, tendo respondido de forma perentória: "claro que não. O tema hoje é a indigitação. As questões do Bloco de Esquerda são discutidas no Bloco de Esquerda".

"Eu tenho ouvido alguns caçadores de cabeças. Aliás ouvi até com alguma curiosidade, por exemplo, um ex-dirigente da direita, atual advogado de negócios que tem vivido dos negócios das privatizações, dizer que se ia ver livre das meninas do Bloco. Bem, lamento imenso desiludir. O Bloco de Esquerda não decide a sua direção de acordo com resultados eleitorais", afirmou.

Quem decide a direção do BE, segundo Catarina Martins, "são os seus militantes".

"E eu cá estarei para cumprir o meu mandato por inteiro", garantiu.

A coordenadora bloquista disse sentir-se "muito confortável" com o mandato que lhe foi dado pelos bloquistas, reiterando que o cumprirá.

"Quanto ao mais eu peço desculpa. Eu sei que eu sou eventualmente a última institucionalista, mas nós estivemos numa reunião com o senhor Presidente da República em que isso não foi tema. No sábado reúne a direção nacional do BE e se calhar aí podemos responder a mais perguntas sobre essa matéria. Neste momento parece-me que até é indelicado. Estamos na Presidência da República", respondeu, perante a insistência dos jornalistas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG