AR recomenda ao Governo "acompanhamento adequado" do pedido de adesão à UE. PCP votou contra

Comunistas anunciaram que iriam entregar uma declaração de voto escrito.

O parlamento recomendou esta quarta-feira ao Governo o "acompanhamento adequado" do pedido da Ucrânia de adesão à União Europeia, favorecendo a atribuição do estatuto de país candidato, com o voto contra do PCP.

O texto foi aprovado com os votos favoráveis de todas as restantes forças políticas e deputados únicos, à exceção dos comunistas, que anunciaram a entrega de uma declaração de voto escrita.

A votação desta iniciativa estava agendada para a passada sexta-feira (17), dia em que o primeiro-ministro recebeu todos os partidos com representação parlamentar sobre o Conselho Europeu, que se realiza esta semana, e que terá como tema central a discussão da concessão do estatuto de candidato à Ucrânia e à Moldova.

No final, perante uma posição favorável "quase unânime" de todas as forças políticas (o PCP defendeu que a prioridade deve ser "o diálogo" e o "esforço para a paz"), António Costa anunciou que Portugal irá acompanhar o parecer da Comissão Europeia para que seja concedido à Ucrânia e à Moldova o estatuto de países candidatos à União Europeia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG