Almeida Henriques. Marcelo lembra "já com saudade" o "companheiro de muitas lides"

Presidente da República, Parlamento e Governo vieram expressar pesar pela morte do autarca de Viseu, aos 59 anos, por complicações respiratórias decorrentes da covid-19.

O Presidente da República evocou, esta manhã, o "amigo e companheiro de muitas lides António Almeida Henriques", autarca de Viseu que morreu este domingo aos 59 anos, vítima de covid-19.

Numa nota publicada no site da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa lembra "já com saudade" Almeida Henriques, um "Homem Bom", que "dedicou a sua vida a Viseu e a Portugal, como autarca, como deputado nacional e europeu, como Membro do Governo".

"Deixa obra e deixa saudades, lembrando-nos como esta doença, que nos assola, é terrível e nos apanha assim, de surpresa e desprevenidos, deixando a meio tanto que ainda tinha a dar aos seus concidadãos", diz o Presidente da República - "É uma morte que nos lembra como somos frágeis e como é importante levar a sério esta pandemia do nosso descontentamento. Almeida Henriques deixou-nos, mas a sua obra não nos deixará e será lembrado, em particular, pelos viseenses".

"À Família, em particular à Esposa com quem tem estado em contacto, ao Município de Viseu, aos seus amigos, o Presidente da República apresenta sinceras condolências", lê-se na nota.

Também Eduardo Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, enviou "as mais sinceras condolências" à família e amigos do autarca social-democrata Almeida Henriques, assim como aos viseenses e ao PSD, "neste momento de dor", numa mensagem em nome pessoal e do parlamento português em que expressa "grande consternação" e destaca "uma longa carreira de serviço público".

Já esta tarde o primeiro-ministro, António Costa, veio também apresentar condolências à famíla e amigos. "António Almeida Henriques foi um defensor do poder local como pilar da democracia e sempre um lutador por Viseu e os viseenses. É com pesar que apresento à família e amigos, as minhas sentidas condolências.​​​​​​", escreveu na rede social Twitter.

O Governo veio manifestar "profundo pesar" pela morte do presidente da Câmara de Viseu. Em comunicado, a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, e o secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local, Jorge Botelho, recordam o autarca como "um homem que dedicou a vida à causa pública e ao interesse nacional", seja como deputado à Assembleia da República e como secretário de Estado e, mais recentemente, como presidente da Câmara Municipal de Viseu e vice-Presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP)", deixando os pêsames à família e amigos e ao município de Viseu.

Com Lusa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG