Exclusivo  MOEDAS vs. MEDINA. Um de Beja e o outro do Porto, é em Lisboa que vão medir forças

Ambos filhos de comunistas, são duas estrelas do PS e do PSD. O nome de Carlos Moedas foi recebido no partido com uma renovada esperança de um bom resultado na capital. Fernando Medina tem pela frente um combate mais complexo do que à partida parecia.

M&M, ou Moedas versus Medina, um confronto que segue dentro de momento nas eleições autárquicas de outubro. Um social-democrata e um socialista, um de Beja outro do Porto, ambos filhos de comunistas, que se vão enfrentar para a presidência da câmara de Lisboa, a mais emblemática e importante para o PS e o PSD.

Os sociais-democratas rejubilaram de alegria quando Rui Rio anunciou na quinta-feira que o antigo comissário europeu era o candidato escolhido para o combate na capital. No partido, Carlos Moedas é bastante consensual e tem prestígio dentro e fora de portas. Pelo que há quem tenha a esperança de que consiga mesmo tirar a câmara das mãos de Fernando Medina, que nas autárquicas de 2017 não conseguiu uma maioria absoluta, ficando-se pelos 42% dos votos. Ainda assim, a uma distância abissal do PSD, que nesse ato eleitoral, com Teresa Leal Coelho a encabeçar a lista, teve um dos piores resultados de sempre para o partido - 11,22% -, o que a colocou atrás do CDS, que apostou na própria líder de então, Assunção Cristas, e conseguiu 20,59% dos votos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG