PSD faz vídeo de homenagem a "Zeca", o assessor mítico e "príncipe" do partido

Marcelo descreve-o como um "homem de paixões", que "viveu vivendo" no vídeo e homenagem a José Mendonça, "Zeca" para todos, que foi assessor do PSD durante 40 anos e morreu este ano.

As imagens são muitas, algumas de pura alegria e brincadeira, e todas na Universidade de Verão do PSD que o quis homenagear. José Mendonça foi assessor de comunicação de todos os presidentes do PSD, de Sá Carneiro e Passos Coelho, até se mudar para Belém para fazer o mesmo junto de Marcelo Rebelo de Sousa, que o descreve como "um homem de paixões" que "viveu vivendo". "Zeca", como era conhecido por todos, morreu este ano.

A voz off no vídeo de homenagem descreve o que o partido pensa dele: "O Zeca era um príncipe. Era a garantia que tudo ia correr bem". Mas o testemunho mais relevante veio de com quem ele trabalhou nos últimos meses de vida e que já tinha acompanhado na liderança do PSD. O Presidente da República, que o chamou para trabalhar em Belém, preferiu contar algumas histórias sobre o assessor, cuja principal "paixão" era o PSD. "Ele era a história viva do partido", diz Marcelo Rebelo de Sousa.

A família e os amigos eram outra das paixões de Zeca. De tal modo, recorda Marcelo, que quando soube que estava mesmo muito dente com cancro ocultou à mulher, Rosinha, antiga assessora do grupo parlamentar do PSD, a sua situação. "Já sem condições para trabalhar vinha à Presidência e ficava lá sentado", diz o Presidente, ou "então ia para os bancos de jardim ou esplanadas à espera da hora de ir para casa".

Marcelo quis ainda mostrar como o assessor tinha a mesma paixão pela vida e guardou um sms que Zeca lhe enviou dias antes de morrer: "Sr. Presidente, os exames são favoráveis. O médico vai manter este tratamento mais umas semanas. Tudo a correr bem!"

Zeca também contava aos jornalistas histórias, algumas bem divertidas, do tempo que passou com o Marcelo Rebelo de Sousa na liderança do PSD. Tempo que os tornou amigos.

A homenagem foi feita poucos minutos antes de Rui Rio, o único líder do partido com quem Zeca nunca trabalhou, começar o seu discurso de encerramento da Universidade de Verão do PSD, em Castelo de Vide.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG