Portugal envia 50 bombeiros para a Grécia

Apoio das Forças Armadas limita-se nesta fase ao envio de uma aeronave C-295 para a Suécia.

Portugal vai enviar 50 elementos da Força Especial de Bombeiros (FEB) para ajudar a combater os incêndios na Grécia, anunciou esta terça-feira o ministro da Administração Interna.

Eduardo Cabrita adiantou que as cinco dezenas de bombeiros partem para a Grécia entre hoje e quarta-feira, no âmbito da resposta aos pedidos de ajuda feitos por Atenas ao abrigo do Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

O ministro falava na partida da missão portuguesa - composta por oito elementos da Autoridade Nacional de Proteção Civil e dois aviões médios anfíbios - para ajudar a combater os fogos na Suécia, no Aeródromo de Trânsito nº1 (área militar do aeroporto de Lisboa).

A equipa da Proteção Civil e 700 quilos de material para apoio à operação dos dois meios aéreos civis - os aviões médios Fire Boss, que partiram de Vila Real - a enviar para a Suécia foram transportados numa aeronave militar C-295 da Força Aérea.

Este é, nesta altura, o único contributo das Forças Armadas para a ajuda que Portugal vai prestar à Suécia e à Grécia, no âmbito do combate aos fogos que assolam os dois países, disse ao DN fonte oficial do Estado-Maior General das Forças Armadas.

Os fogos que lavram na Grécia causaram pelo menos 60 mortos e 172 feridos, alguns em estado crítico, de acordo com os últimos dados da Proteção Civil grega e o Governo de Alexis Tsipras pediu ajuda internacional na noite de segunda-feira, tendo já alguns países respondido com meios de apoio.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG