Marisa Matias em campanha no distrito de Coimbra
Premium

Eleições Europeias

Marisa Matias. De Condeixa a Bruxelas – o que ela andou para aqui chegar

Na aldeia de Alcouce e nos lugares vizinhos lembram-se bem da miúda que era boa aluna desde a primária, que trabalhou desde cedo para pagar os estudos e nunca se furtou à vida do campo.O DN acompanhou-a no regresso a casa, durante esta campanha

Na estrada que liga as aldeias de Bruscos a Alcouce, há um único cartaz das eleições europeias: é o de Marisa Matias, a candidata do Bloco de Esquerda que nasceu ali, a dois km de distância - a mesma que percorria quando era menina, para ir à escola.

É quinta-feira, 16 de maio, e à hora em que a candidata se prepara para um dos dias mais marcantes da campanha - em Coimbra, onde tudo começou no que à política e intervenção diz respeito - a vida por ali condiz com o nome da rua empedrada onde brincava com os irmãos e os amigos. A placa não engana: Rua do Volta Atrás.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.