Juiz Carlos Alexandre alvo de processo disciplinar

Conselho Superior da Magistratura não ficou convencido com explicações do juiz, que afirma que RTP truncou as suas declarações

O juiz Carlos Alexandre vai ser alvo de um processo disciplinar por parte do Conselho Superior da Magistratura (CSM), na sequência das declarações que proferiu à RTP relativamente ao sorteio do magistrado para a fase de instrução da Operação Marquês.

Em causa está uma entrevista de Carlos Alexandre à estação pública na qual afirmou que o sorteio de atribuição do processo não é 100 por cento aleatório: "Há uma aleatoriedade que pode ser maior ou menor consoante o número de processos de diferença que exista entre mais do que um juiz."

Logo após a divulgação destas declarações, o CSM anunciou que iria abrir um inquérito "para cabal esclarecimento de todas as questões suscitadas pelo juiz de instrução criminal".

Na sequência deste inquérito, Carlos Alexandre explicou qeu as suas palavras foram descontextualizadas, tendo inclusivamente, noticia o Expresso esta segunda-feira, entregue uma transcrição integral das suas declarações.

No entanto, de acordo com o semanário, os instrutores do inquérito não ficaram convencidos, tendo recomendado que o processo disciplinar avance.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG