Portugal reforça segurança da embaixada em Caracas

Aeronave da Força Aérea transporta polícias para a Venezuela, onde nos últimos dias se tem agravado o clima de tensão política e social.

Agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP partiram este sábado de Lisboa para Caracas, a fim de garantirem a segurança da embaixada portuguesa na Venezuela, soube o DN.

A equipa dos GOE viajou num Falcon 50 da Força Aérea que partiu do aeródromo de trânsito nº.1 (Figo Maduro).

O envio desses agentes dos GOE - que garantem a segurança das instalações diplomáticas do pais em zonas sensíveis do mundo - coincide com o agravamento da situação política e social na Venezuela, em que se opõem forças leais ao regime de Nicolás Maduro e ao autodesignado Juan Guaidó.

O DN não conseguiu verificar se esta unidade dos GOE se destina a substituir agentes que garantem a segurança da embaixada ou vão reforçar a equipa que já lá está.

Fonte oficial da Força Aérea escusou-se a fazer qualquer comentário ao DN sobre o assunto.

Notícia atualizada às 20.30 com a posição da Força Aérea.

Exclusivos

Premium

Betinho

"NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus há seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.