Onde estão as verbas para a ala pediátrica do São João?

O primeiro-ministro garantiu que há um reforço de verbas no Orçamento do Estado para 2019 para a construção da ala pediátrica do Hospital de São João. A nova ministra da Saúde diz que obra estava era contemplada no OE2018. PSD quer saber quem fala verdade.

Numa pergunta dirigida ao primeiro-ministro, os deputado do PSD interpelam António Costa sobre contradições no governo sobre a obra de construção da ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto. Os sociais-democratas lembram que o chefe do governo garantiu no final de outubro um reforço de verbas no Orçamento do Estado para 2019 para esse efeito. E que esta semana a nova ministra da Saúde, Marta Temido, desmentiu.

O PSD diz que na passada terça-feira, no âmbito do debate na especialidade do OE2019, a titular da pasta da Saúde assegurou que "esta obra não está contemplada no Orçamento [do Estado] de 2019, porque estava contemplada no Orçamento [do Estado] de 2018".

Significa isto que, refere o PSD na pergunta a Costa, "enquanto que o primeiro-ministro considera que as verbas necessárias para o financiamento da nova ala pediátrica do CHSJ se encontram previstas no Orçamento do Estado para 2019, a ministra da Saúde desmente-o frontalmente, assegurando que essas mesmas verbas não constam desse Orçamento".

Os deputados sociais-democratas dizem ser preciso esclarecer quem afinal tem razão e relembram que são "sobejamente conhecidas as miseráveis condições a que as crianças com doença oncológica são sujeitas no serviço de pediatria do Centro Hospitalar de São João (CHSJ), já que são obrigadas a permanecer em contentores totalmente desadequados em termos de segurança clínica e conforto, uma situação já de indignidade e totalmente inaceitável, mercê dos inegáveis riscos que comporta para a saúde extremamente fragilizada daquelas crianças".

Exclusivos