Ferro pede "votação massiva" nas presidenciais e "grande coesão política" em 2021

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, apelou a que haja uma "votação massiva" nas eleições presidenciais de 24 de janeiro e defendeu que terá de haver "grande coesão política" em 2021.

Eduardo Ferro Rodrigues falava no Antigo Picadeiro Real, em Belém, Lisboa, numa sessão de apresentação de cumprimentos de boas festas do parlamento ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

"Esta é a última cerimónia do seu primeiro mandato como Presidente da República. Daqui a menos de cinco semanas teremos eleições presidenciais e o povo é quem mais ordena e só depois dos votos serem contados nas urnas é que se saberá quem é o Presidente da República que estará aqui no próximo ano", referiu Ferro Rodrigues, dirigindo-se a Marcelo Rebelo de Sousa.

Em seguida, o presidente da Assembleia da República deixou uma chamada de atenção "para a necessidade de haver, apesar das circunstâncias difíceis em que o país está, uma grande mobilização para a votação nas eleições presidenciais".

Segundo Ferro Rodrigues, seria "uma demonstração de maturidade cívica e democrática, ao lado de tantas que os portugueses têm demonstrado nos últimos meses, uma votação massiva no dia 24 de janeiro".

Na sua intervenção, de cerca de dez minutos, o presidente da Assembleia da República realçou que ao longo de 2020 "nunca parou a atividade parlamentar, a atividade do plenário, a atividade das comissões, as comemorações, quando tiveram de se fazer".

No seu entender, "o parlamento deu não apenas um grande exemplo de cooperação institucional com o senhor Presidente da República e com o Governo, mas também deu um exemplo de capacidade de trabalho e de estar pronto para responder em momentos de crise que eram perfeitamente possíveis de prever há um ano".

No próximo ano, é preciso igualmente "manter o parlamento e as instituições democráticas em pleno funcionamento", disse.

"Temos, pois, esta oportunidade em 2021 de partirmos para novas fórmulas de crescimento económico, para uma economia mais digital, mais verde, sem sacrificar o emprego - é qualquer coisa de muito difícil e que vai necessitar de grande coesão política, tal qual existiu nos últimos anos", defendeu.

Ferro Rodrigues desejou ao Presidente da República e à sua família "um bom Natal e um ano de 2021 muito feliz".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG