Exército envia novas viaturas blindadas para a República Centro-Africana

Operação logística para apoio aos militares que atuam como força de reação rápida das Nações Unidas começou esta quinta-feira.

O Exército iniciou esta quinta-feira a projeção de seis viaturas blindadas Pandur de oito rodas para Bangui, num processo que deve terminar no próximo dia 28 deste mês.

Segundo a informação dada pelo Exército, as viaturas são de quatro versões: duas de transporte de pessoal, duas equipadas com metralhadoras pesadas operadas por controlo remoto, uma ambulância e uma para reboque e reparação - à exceção desta, todas com placas de blindagem reforçada.

Para o terreno vão ainda quatro viaturas UNIMOG e seis contentores com 18 toneladas de sobressalentes e material diverso. visando garantir as "necessárias condições para a condução das operações militares" dos capacetes azuis portugueses na RCA, precisou o ramo.

O transporte do material é feito a partir da base aérea de Beja em aviões de transporte russos Antonov AN-124, adiantou o Exército.

Esta segunda-feira foram três das Pandur, indicaram fontes militares envolvidas na operação.

Um batalhão de infantaria paraquedista é a unidade que está a atuar como força de reação rápida do comandante operacional da ONU na República Centro-Africana - cujo 2º comandante é o major-general português Marco Serronha.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG