CDU anuncia primeiros candidatos às legislativas

Rita Rato passa de lugar claramente elegível (número dois em Lisboa) para lugar dificilmente elegível (nº 1 pelo círculo da Europa). Jerónimo volta a ser o primeiro em Lisboa e Francisco Lopes em Setúbal.

A CDU anunciou esta quinta-feira o nome dos primeiros cabeças de listas às eleições legislativas de 6 de outubro próximo. Neste primeiro lote de cinco nomes há apenas uma variação face aos candidatos apresentados em 2015: a deputada Rita Rato, que há quatro anos avançou como número dois pelo círculo de Lisboa, passa agora a liderar as listas da CDU pela Europa.

É um lugar de eleição difícil ou mesmo praticamente impossível, dado que os dois assentos parlamentares deste círculo eleitoral são tradicionalmente divididos entre PSD (5340 votos em 2015) e o PS (4081 votos). Nessas legislativas, a CDU obteve no circulo europeu 811 votos - ou seja, precisaria de ter cinco vezes mais votos para eleger Rita Rato.

O secretário-geral do partido, Jerónimo de Sousa, repete a liderança da lista pelo círculo de Lisboa. Tal como o deputado Francisco Lopes que, à semelhança do que sucedeu em 2015, volta a liderar a candidatura por Setúbal.

No distrito de Braga a CDU, coligação que integra o PCP e o PEV, também repete o cabeça de lista das últimas legislativas - Carla Cruz, psicóloga e atual deputada, de 47 anos. Num círculo de 19 deputados, a CDU obteve ali a eleição de Carla Cruz em 2015 com 24 632 votos (5,19%).

Em Aveiro - onde a CDU não elegeu ninguém em 2015 - a candidatura da coligação será liderada por Miguel Viegas, professor universitário de 49 anos que foi deputado ao Parlamento Europeu neste último mandato. Viegas ficou fora das listas às últimas eleições europeias precisamente para ser cabeça de lista nas legislativas - lugar que aliás já tinha ocupado há quatro anos.

O PCP vai divulgar o nome de todos os cabeças de lista às eleições de outubro até ao final de julho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG