Autarquias abriram concurso para 6500 precários

Número representa um pouco menos de metade do número total de trabalhadores precários no setor local

As autarquias abriram, até agora, concurso para 6502 postos de trabalho, destinados à integração de trabalhadores precários do setor local. De acordo com números hoje avançados pelo ministro da Administração Interna, 168 municípios já iniciaram o processo de regularização destes funcionários, número a que se somam 461 freguesias.

Eduardo Cabrita está hoje no Parlamento, a responder aos deputados numa audição na comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação. No final de 2017 o ministro avançou o número global de 15 549 precários a trabalhar nas autarquias, repartidos por 298 municípios (num total de 308) e 1872 freguesias (em 3092). Cerca de seis meses depois, os dados agora avançados pelo governante significam que foi aberto concurso para um pouco menos de metade do número total de trabalhadores em situação de precariedade no setor local.

Dos lugares a concurso, 66% destinam-se a assistentes operacionais, 15% a assistentes técnicos e 18% para técnicos superiores.

Exclusivos