António Costa reafirma compromissos com a Madeira

Secretário-geral socialista diz que novo hospital do Funchal ou defesa em Bruxelas dos interesses da região autónoma vão continuar na agenda do PS.

António Costa fez questão de, "independentemente da solução governativa", reafirmar os compromissos do PS com os madeirenses e porto-santenses. Deu como exemplos o novo hospital do Funchal ou a "defesa dos interesses da região no futuro quadro comunitário de apoio, em Bruxelas", além de continuar a trabalhar em conjunto com a Região Autónoma dos açores e da Região Autónoma da Madeira no reforço das autonomias e no interesse comum da república.

O secretário-geral do PS felicitou o presidente do PSD, Rui Rio, e o cabeça de lista pela Madeira, Miguel Albuquerque pela vitória nas eleições regionais da Madeira, mas destacou o resultado "histórico, o melhor de sempre", dos socialistas, ficando a cinco mil votos do triunfo.

"Não alcançámos o objetivo, mas não posso deixar de registar o resultado histórico, mérito dos seus militantes e de Paulo Cafôfo. O melhor resultado até hoje foi 27%, agora foi 35%; subimos de 5 para 19 deputados regionais. É um resultado verdadeiramente histórico", assinalou Costa.

Instado a comentar o desafio de Paulo Cafôfo a todos os partidos da oposição para se unirem e formarem um governo, o secretário-geral dos socialistas declinou comentar a possibilidade de uma geringonça da esquerda à direita: "Respeito totalmente a independência regional (...). Sobre as questões relativas à criação do governo regional os partidos decidirão." À insistência dos jornalistas, fez um elogio à Madeira -- "das regiões do país que mais me cativa" -- e ao candidato Paulo Cafôfo, que foi um "notável autarca e que contribuiu decisivamente para este resultado histórico".

Exclusivos