Ana Gomes lança novo ataque a Luís Filipe Vieira

A ex-eurodeputada socialista comparou o presidente do Benfica a Joe Berardo, acusando-o de também ter dividas aos bancos.

"Olha quem! Outro dos grandes devedores que também é capaz de jurar que não tem dividas à banca...", escreveu a ex-eurodeputada Ana Gomes no Twitter. Referia-se à notícia avançada pela revista Sábado, que indicava que uma das empresas de Luís Filipe Vieira deve 54 milhões de euros ao Novo Banco.

O comentário é uma nítida referência à frase proferida pelo empresário Joe Berrado, durante uma audição na Comissão Parlamentar de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos no Parlamento.

Ana Gomes volta assim a lançar um ataque ao presidente do Benfica, que a 27 de junho acusava de pedir um valor exorbitante pelo jogador João Félix: "Não será negócio de Lavandaria", comentava na mesma rede social. A transferência de João Félix do Benfica para o Atlético de Madrid, a mais cara em Portugal, rendeu aos encarnados 126 milhões de euros.

Incomodado com a posição da então eurodeputada, Luís Filipe Vieira escreveu a Carlos César (presidente do PS e ainda líder parlamentar) pedindo-lhe esclarecimentos. Vieira queria saber se a posição de Ana Gomes refletia a opinião do partido ou se, "ao invés, tais declarações não merecem senão rejeição e repúdio" do Partido Socialista. César respondeu que as opiniões de Ana Gomes "refletem apenas uma posição própria e pessoas". Mas o assunto não ficou por aqui e Ana Gomes e houve novos twittes, desta vez dedicados ao deputado socialista, onde a ex-deputada acusou Carlos César de fechar os olhos aos crimes financeiros do futebol.

O Benfica anunciou que iria processar a ex-eurodeputada por entender que a sua declaração não configura um caso de mero exercício de liberdade de expressão", mas tem como propósito "denegrir o nome" do clube.

Exclusivos