Quanto gastam os reis de Espanha?

Casa do Rei divulgou a lista completa dos contratos celebrados no ano passado

São, no total, 58 contratos e acordos os que constam na lista divulgada pelo palácio da Zarzuela no seu site oficial. Nos serviços requisitados pelos reis de Espanha, Felipe VI e Letizia, constam gastos como 27700 euros num banquete oferecido a 12 de outubro, 114400 euros em jornais e revistas ou 95832 euros de contratação de um serviço de análise de informação na internet.

A divulgação da relação de contratos celebrados no ano passado (e dos que ainda estão em vigor) surge no seguimento da aplicação das medidas de transparência e modernização do funcionamento da casa real espanhola, alterações essas introduzidas já durante o reinado de Felipe VI (em resposta à crescente desconfiança pública e do governo relativamente à opacidade dos gastos feitos durante o reinado do rei Juan Carlos).

Na extensa lista, pode ainda ler-se que os reis gastaram 26796 euros na contratação de um serviço de catering para uma receção que ofereceram no palácio de Almudaina, em Palma de Maiorca, no verão passado. Compraram também um carro movido a eletricidade por 20385 euros e pagaram 33150 euros ao El Corte Inglés para renovação e fornecimento de vestuário dos condutores que trabalham para a Casa Real.

14766 euros foi o valor gasto na loja La Casa de Las Batas, onde foram compradas as fardas para o pessoal auxiliar do palácio da Zarzuela. Alugueres de carros, no valor de 95821 euros, licenças de software (nas quais foram gastos 110145 euros) ou serviços de fotografia institucional (126324 euros), são alguns dos itens enumerados. Todos estes valores, recorde-se, são retirados do orçamento anual atribuído pelo estado espanhol à casa real: 7,7 milhões de euros em 2015 (valor esse que, este ano, subiu para os 7,78 milhões).

No site oficial do palácio da Zarzuela estão ainda disponíveis os regulamentos pelos quais se regem as celebrações de contratos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG