Miss Venezuela de 2004 assassinada em tiroteio

Mónica Spear Moot, 29 anos, e o marido, o irlandês Thomas Berry, 39, foram encontrados mortos dentro do carro numa autoestrada no centro da Venezuela. A filha de ambos de 5 anos foi poupada pelos assassinos.

Segundo informou o Ministério Público venezuelano, os corpos "foram encontrados no dia 6 de janeiro no interior do carro onde se deslocavam". A mesma fonte especificou que a filha do casal está num centro de acolhimento "onde recebeu tratamento médico e permanece em situação estável".

Ao que a imprensa apurou e divulgou o casal encontrava-se parado numa autoestrada do estado de Carabobo (no centro do país) à espera de assistência devido a uma avaria no carro e terão resistido a um assalto levado por um grupo de delinquentes.

Mónica Spear Mootz vivia com a família nos Estados Unidos onde tinha uma carreira de atriz e modelo, profissões que abraçou após ter sido eleita em 2004 como a mais bela de venezuela, título que lhe garantiu a presença no concurso Miss Universo de 2005, em Banguecoque, onde foi uma das finalistas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG