Kate, William e Harry intensificam campanha sobre saúde mental

Os Duques de Cambridge e o Príncipe Harry discursaram num novo evento da Heads Together, organização que procura alertar para a importância da saúde mental. O trio espera que 2017 "seja um ponto de viragem" na abordagem ao tema

Kate Middleton e os Príncipes William e Harry retomaram o trabalho na organização Heads Together, cujo objetivo é alertar a opinião pública para os perigos da saúde mental e sensibilizar para o diagnóstico e tratamento das doenças do foro psicológico.

Os três elementos da família real britânica discursaram em conjunto, no Instituto de Artes Contemporâneas, em Londres. O Príncipe William abordou a questão de as doenças mentais atingirem qualquer pessoa, independentemente do estatuto social. Kate, por sua vez, falou sobre a importância de os doentes não se remeterem ao silêncio.

"A saúde mental é importante para todos nós. É tão importante como a nossa saúde física. As equipas com quem trabalharem, na RAF Search and Rescue ou na Air Ambulance [entidades da Força Área Britânica], têm de encarar a saúde mental de forma tão séria como a física ou então não conseguem lidar com os desafios do trabalho. Esta realidade é uma verdade para todos nós, em algum ponto da nossa vida", referiu o Duque de Cambridge.

Já a Duquesa de Cambridge referiu que "o maior desafio das pessoas é não saberem como dar o primeiro passo para chegarem a outra pessoa em busca de ajuda." "O medo de se tornarem um peso para os outros" é a principal razão identificada por Middleton para as pessoas com problemas de saúde mental não tomarem esse primeiro passo.

O Príncipe Harry procurou desmistificar o recurso aos profissionais de saúde. "Todos vamos ao médico se partirmos uma perna, portanto, por que não procurar ajuda para um problema que pode interferir connosco e com aqueles que nos rodeiam? A verdade é que podemos ajudar-nos uns aos outros, e não precisamos necessariamente de ter qualificações profissionais para o fazer, basta, por vezes, ouvirmo-nos uns aos outros", rematou Harry.

O Duque de Cambridge revelou ainda que espera que 2017 seja "um ponto de viragem para a saúde mental - o ano em que cada vez mais pessoas sintam que não têm de lidar com esse peso sozinhas por receio de serem julgadas."

Para já, a Heads Together estará presente na vida dos londrinos também por via do desporto: foi a organização de solidariedade escolhida para ser promovida na Maratona de Londres da Virgin Money em 2017.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG