Contagem decrescente para a batalha de estilos entre Kate e Letizia

Letizia e Felipe VI vão ser recebidos por Isabel II de Inglaterra. O encontro entre a rainha espanhola e a duquesa Kate Middleton é um dos mais aguardados

São duas das mulheres mais poderosas das famílias reais europeias e vê-las juntas é um desejo alimentado desde que Kate Middleton se casou com o príncipe William de Inglaterra, em abril de 2011, potenciado depois pela chegada de Letizia Ortiz ao poder de Espanha, em junho de 2014. A contagem decrescente para esse momento já começou: duquesa e rainha têm encontro marcado para os dias 6, 7 e 8 de junho no Reino Unido.

A rainha e o rei espanhol, Felipe VI, vão ser nessas datas recebidos por Isabel II, colocando assim, frente a frente, as mulheres que têm dado que falar não só pelas suas ações mas também pela elegância e pelas escolhas de indumentária.

E se é verdade que tanto Kate Middleton como Letizia gostam de usar criações de estilistas - Jenny Packham é a designer de eleição da primeira e Felipe Varela o da segunda -, também não é mentira que ambas combinam peças de alta costura com outras de marcas de venda a retalho.

Em dezembro de 2015 a revista espanhola Hola! realizou uma votação através da qual se ficou a saber que, no confronto entre a duquesa de Cambridge e a antiga jornalista que hoje é rainha de Espanha, foi Kate a eleita, considerada mais elegante desse ano. Já três meses antes, durante uma visita oficial dos reis espanhóis aos Estados Unidos, o jornal The Washington Post considerou Felipe VI e Letizia "mais sexys, menos escandalosos e mais interessantes do que os duques de Cambridge", justificando a escolha com a "beleza" do Rei e o glamour da mulher.

De acordo com a Casa Real espanhola, em junho, Felipe e Letizia vão ficar hospedados no Palácio de Buckingham, a residência oficial da família real britânica em Londres. A visita, adianta ainda o comunicado oficial, "servirá para reforçar ao mais alto nível a excelência e a intensidade dos laços e das relações bilaterais entre Espanha e o Reino Unido e assumir o compromisso de preservá-las para benefício dos cidadãos de ambos os países".

Exclusivos