Dustin Hoffman acusado de assediar sexualmente jovem de 17 anos

Caso remonta a 1985, mas só agora veio a público pela voz da alegada vítima, que era estagiária no filme "A Morte do Caixeiro Viajante"

O ator Dustin Hoffman está a ser acusado de assédio sexual por uma escritora, Anna Graham Hunter, que à data dos factos tinha apenas 17 anos.

A alegada vítima escreve esta quarta-feira no Hollywood Reporter, como cronista convidada, e denuncia que o ator, que tem atualmente 80 anos, a apalpava e lhe falava de forma inapropriada no cenário das gravações filme para televisão A Morte do Caixeiro Viajante, onde Hunter era estagiária, na década de 1980.

"Ele apalpava-me o rabo, falava sobre sexo comigo e na minha frente. Uma manhã, fui ao camarim dele para lhe levar o que tinha encomendado para pequeno-almoço. Ele olhou para mim e sorriu, levando o seu tempo. E então disse: 'quero um ovo bem cozido... e um clitóris mal cozido. A equipa dele desatou a rir. Eu saí, sem palavras. Depois, fui à casa de banho e chorei".

Segundo a escritora, o assédio perdurou ao longo das cinco semanas em que fez o estágio e os abusos estão detalhados num diário que escrevia e enviava à irmã naquela altura. Hunter alega que se queixou então a um responsável, que lhe disse que devia "sacrificar" os valores em nome da produção.

"Aos 49 anos, compreendo que aquilo que Dustin Hoffman fez se encaixa num padrão mais abrangente do que as mulheres experienciam em Nova Iorque e outros sítios. Ele era um predador, eu era uma criança e isto foi abuso sexual", escreve Hunter.

O ator já respondeu ao artigo, com um pedido de desculpa: "Tenho o maior respeito pelas mulheres e sinto-me terrivelmente por pensar que algo que tenha feito a tenha deixado numa situação desconfortável. Peço desculpa. Isto não é o reflexo do que sou".

Já esta quarta-feira, novas acusações de assédio sexual vieram a público, na senda ainda dos escândalos de abusos sexuais do produtor Harvey Weinstein, do realizador James Toback ou do ator Kevin Spacey. Desta vez, seis mulheres acusam o produtor Brett Ratner - que trabalhou em filmes como The Revenant: O Renascido ou X-Men: O Confronto Final - de abuso sexual, incluindo as atrizes Olivia Munn ou Natasha Henstridge.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.