24 anos separam estas imagens

Os duques de Cambridge, posaram no mesmo banco, no Taj Mahal, onde Diana de Gales foi fotografada, em fevereiro de 1992. Kate e William terminaram este sábado visita oficial à Índia e ao Butão

Em 1992, Diana visitou a Índia com o príncipe Carlos. A 11 de fevereiro desse ano, a princesa de Gales posava sozinha num banco daquele que é um dos mais icónicos monumentos do mundo, o Taj Mahal. Triste e absorta, Diana surgia ali, no mausoléu mandado construir pelo imperador Shah Jahan em 1632 em homenagem à sua falecida mulher, como uma premonição de todas as tragédias que, nesse mesmo ano e nos seguintes, até à sua morte, iriam acontecer.

Uma imagem bem diferente, pese o cenário ser o mesmo, daquela que, este sábado, foi protagonizada por William e Kate. Os duques de Cambridge terminaram a sua viagem oficial de uma semana à Índia e ao Butão com uma visita ao monumento, situado na cidade indiana de Agra.

Felizes e cúmplices, o príncipe e a mulher sorriem, sentados no mesmo banco onde, 24 anos antes, a princesa de Gales quase que anunciava, sem palavras, que o seu casamento com o príncipe Carlos havia chegado ao fim. "Teria sido melhor se estivéssemos os dois aqui", disse, na altura, Diana aos jornalistas presentes na visita ao Taj Mahal. Carlos preferiu ficar em Deli e encontrar-se com empresários. Esta seria a penúltima viagem oficial que o casal faria.

Em dezembro desse mesmo ano, o então primeiro-ministro britânico John Major anunciava a "separação amigável" de Carlos e Diana, depois de meses de escândalos na imprensa tabloide, que incluíram a divulgação de escutas telefónicas tanto de Carlos com Camilla como de Diana com James Gilbey e o lançamento do polémico livro Diana: A Sua Verdadeira História. Na obra, escrita por Andrew Morton, eram revelados os casos extraconjugais de Diana com James Hewitt e de Carlos com Camilla Parker-Bowles.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG