Vila Viçosa sem água devido a derrocada na pedreira de Borba

As zonas altas do concelho estão sem água devido aos anos na conduta de água. Autarquia pede à população que restrinja o consumo.

Vila Viçosa está sem água nas zonas altas devido à derrocada na pedreira que danificou de forma significativa a conduta adutora de água provocando o seu colapso parcial, avançou a autarquia em comunicado, apelando à população que restrinja o consumo ao estritamente essencial, por forma a não se registarem maiores quebras no abastecimento.

A reparação da conduta será "efetuada pelos serviços camarários, em condições extremamente complexas no mais curto espaço de tempo", acrescenta o mesmo comunicado.

Um troço de cerca de cem metros da antiga EN255, entre Borba e Vila Viçosa, convertida em estrada municipal em 2005, colapsou na segunda à tarde, provocando a morte de duas pessoas e o desaparecimento de três. O corpo de um homem que trabalhava numa destas pedreiras - a Marmetal - foi resgatado na terça-feira, hoje foi a enterrar no cemitério de Santiago Maior, no vizinho concelho do Alandroal.

As operações de drenagem da pedreira começaram nesta quarta-feira de manhã e ainda estão ativas a esta hora (19.00) e envolvem 74 operacionais de várias áreas e 37 veículos.

A Câmara Municipal de Borba acionou o plano municipal de emergência.

O primeiro-ministro, António Costa, promete apurar responsabilidades.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG