Sol e calor após o fim do estado de emergência

Subida de temperatura prevista para os próximos dias. Termómetros podem chegar aos 34 graus em algumas zonas do país.

Marcelo Rebelo de Sousa decretou o fim do Estado de Emergência no país para o próximo sábado 2 de maio. E o fim do confinamento obrigatório será celebrado com sol e calor. As previsões meteorológicas apontam para uma melhoria do estado do tempo no fim de semana, com os termómetros a poder chegar aos 34.ª C em alguns pontos do país. Até lá os dias são de céu encoberto e chuva, principalmente na zona norte e centro, com mais precipitação no Minho e Douro Litoral.

"A subida será gradual desde amanhã, mas haverá uma subida acentuada a partir do dia 3 e até ao dia 5 vamos ter influência de um anticiclone a sul, uma massa de ar quente e seco do norte de África e daí a subida da temperatura", explicou ao DN Ângela Lourenço do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Assim, as temperaturas "serão tipicamente de verão", com máximas entre 30º. C a 34.º C em algumas regiões, como Lisboa e Alentejo. No restante território as termómetros ficarão entre os 25 e os 30 graus. A temperatura na Serra da Estrela será mais baixa, entre 20.º C e 25.ºC.

Tanto sol e calor depois de 45 dias de confinamento obriga à utilização de protetor solar, como se fosse um dia de verão. "Não é bem uma recomendação ou perigo é mais uma questão de bom senso. Com mais calor e temperaturas elevadas e muita radiação solar deve-se ter cuidados redobrados. Depois de tanto tempo privadas de sol, as pessoas não se devem expor sem proteção, seja chapéu ou protetor solar e acima de tudo seguir as indicações das autoridades sejam de saúde, proteção civil ou segurança", refere Ângela Lourenço.

Apesar de o Estado de Emergência terminar no dia 2, o Governo decretou a proibição das deslocações para fora do concelho de residência no fim de semana prolongado (1, 2 e 3 de maio), à semelhança do que aconteceu no período da Páscoa. Por isso só no dia 4 de maio acabam as restrições à circulação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG