Residentes em Lisboa e no Porto passam mais de uma hora em deslocações

INE divulgou esta terça-feira resultados do Inquérito à Mobilidade nas Áreas Metropolitanas do Porto (AMP) e de Lisboa (AML), realizado em 2017.

Os residentes nas Áreas Metropolitanas do Porto (AMP) e de Lisboa (AML) passam mais de uma hora em deslocações, de acordo com os resultados definitivos do Inquérito à Mobilidade levado a cabo pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) em 2017 e divulgado esta terça-feira.

Enquanto na zona do Porto cada residente despende em média um total de 66,8 minutos (1 hora e quase 7 minutos) por dia em deslocações, numa média de 22 minutos por cada uma delas no território metropolitano, o valor sobe para 72,5 minutos (uma hora, 12 minutos e 30 segundos) por dia e 24,5 por cada deslocação na AML.

Em Lisboa é nos municípios da Amadora (87,7%) e Odivelas (84,6%) que reside a maioria das pessoas que mais tem de se deslocar. Na AMP, nos municípios do Porto (85%) e Matosinhos (83%). "O principal motivo das deslocações efetuadas foi o trabalho, tanto na AMP (30,3%) como na AML (30,8%), seguindo-se as compras (18,5% e 19,8%, respetivamente)", pode ler-se no resumo do inquérito.

O automóvel é o principal meio de transporte nas duas áreas metropolitanas, "de forma mais marcante na AMP (67,6% das deslocações) que na AML (58,9%), considerando todos os dias da semana em geral", sendo em média ocupado por 1,56 pessoas no Porto e por 1,6 em Lisboa. "As deslocações por modos suaves (pedonal ou de bicicleta) surgem como a segunda forma de locomoção mais expressiva no total das deslocações, registando um peso conjunto de 18,9% na AMP (apenas 0,4% utilizando bicicleta) e de 23,5% na AML (0,5% relativos à bicicleta). Os transportes públicos e/ou coletivos, como principal meio de transporte, representaram 11,1% das deslocações na AMP e 15,8% na AML", refere o documento de seis páginas.

Este inquérito abrangeu cerca de 100 mil residentes nas duas áreas metropolitanas, com recolha de dados no quarto trimestre do ano passado.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG