PSP deteve um suspeito de estar envolvido em confrontos nos Açores

Suspeito de estar envolvido em distúrbios provocados por adeptos do Benfica, alegadamente do grupo 'No Name Boys', foi detido no aeroporto

Em comunicado, o Comando Regional dos Açores da Polícia de Segurança Pública informou que deteve, pelas 07:30, no Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, um homem que se preparava para embarcar com destino a Lisboa, "suspeito da prática de diversos crimes de ofensas à integridade física qualificadas".

Segundo a PSP, a detenção surgiu no âmbito das investigações em curso devido a "agressões ocorridas" na madrugada de sábado num estabelecimento de diversão noturna no centro da cidade de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, e em que "estiveram envolvidos adeptos do Sport Lisboa e Benfica pertencentes ao grupo denominado 'No Name Boys'".

O comunicado adianta que o detido será presente à autoridade judiciária competente, "para o desenvolvimento dos ulteriores trâmites processuais".

A PSP fez disparos com "balas de borracha" para "repor a ordem", na madrugada de sábado, junto a uma discoteca de Ponta Delgada, onde adeptos dos 'No Name Boys' tentaram agredir a polícia.

A polícia tinha sido chamada cerca das 06:00 de sábado junto a uma discoteca, devido a agressões entre várias pessoas, quando "surgiu no local um grupo de cerca de 50 adeptos"do grupo do Sport Lisboa e Benfica 'No Name Boys', revelou o Comando Regional dos Açores da PSP, em comunicado.

"Ao visualizar os elementos policiais, [o grupo] procurou agredir os mesmos e arremessou na sua direção diversas garrafas em vidro, pedras e pedaços de madeira, pelo que, por forma a salvaguardar a integridade física das vítimas dos confrontos anteriores - e que aguardavam assistência médica -, bem como dos elementos policiais, foi necessário efetuar quatro disparos de munições de baixa potencialidade letal, utilizando bagos de borracha, para repor a ordem pública", relata a polícia.

Os autores das tentativas de agressão à polícia colocaram-se "em fuga", encontrando-se em curso "diversas diligências de investigação por parte da Esquadra de Investigação Criminal de Ponta Delgada no sentido de averiguar os contornos do sucedido, sendo oportunamente objeto de comunicação ao DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal dos Açores".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG