PJ detém dois condenados a seis anos de prisão que estavam em fuga

As duas pessoas estavam a monte desde 2012 e só agora foram descobertos porque ao longo dos anos mudaram várias vezes de casa e de carro.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, esta quarta-feira, em Chaves, um homem e uma mulher que tinham mandados de detenção para cumprirem penas de seis anos de prisão, mas que estavam em fuga desde 2012.

Em comunicado divulgado esta quinta-feira, a PJ explicou que os detidos têm residido "ao longo dos anos em diversas cidades de Portugal e Espanha, mudando frequentemente de viaturas e de residência". "Ostentaram falsas identidades, com que tentaram iludir os inspetores da PJ no momento da abordagem", destaca a polícia.

Os detidos, de 38 e 39 anos, são feirantes e têm antecedentes criminais pelos crimes de detenção de arma proibida, furto qualificado, tráfico de armas, tráfico de estupefacientes e falsificação de documentos. Ambos fora conduzidos para os estabelecimentos prisionais, acrescenta ainda a PJ.

A força policial revelou também que a 19 de novembro "o arguido envolveu-se numa discussão à saída de um restaurante em Paços de Brandão [Santa Maria da Feira, Aveiro] e, munido de um revólver, efetuou vários disparos que atingiram três vítimas em áreas vitais e que, apenas por mero acaso, não faleceram".

"Na sequência destes factos, a PJ iniciou uma investigação, que conduziu à localização e detenção do casal em causa. Aquando da detenção tinha na sua posse uma pistola de calibre 9mm e uma espingarda caçadeira", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG