Novo Hospital Cuf Tejo abre portas esta segunda-feira, em Alcântara

Nos 75 anos da empresa na saúde, a nova unidade hospitalar, que representa um investimento de 170 milhões de euros, nasce com os olhos postos no futuro

Representa um investimento de 170 de milhões de euros e quer ser um modelo de modernidade nos cuidados de saúde, a pensar nos doentes, e com os olhos postos no futuro. O novo Hospital Cuf Tejo abre portas esta segunda-feira, 28 de setembro, em Lisboa, na zona de Alcântara, à vista do rio.

Com abertura faseada, a nova unidade hospitalar disponibiliza para já as áreas de ambulatório, com consultas e exames, incluindo análises clínicas e a imagiologia, bem como o Hospital de Dia Oncológico.

Numa segunda fase, que o grupo estima concretizar até o final do ano, "serão abertas as restantes áreas assistenciais", como o internamento, o bloco operatório, a unidade de cuidados intensivos, os exames especiais e o atendimento a adultos, de acordo com a empresa.

Iniciado há 75 anos com a inauguração do Hospital CUF, em Lisboa, destinado aos trabalhadores e familiares da empresa, o percurso da Cuf na saúde cresceu e ampliou-se, com novos hospitais e clínicas que hoje existem e "funcionam em rede", "em mais de 13 municípios, de norte a sul do país".

O Hospital Cuf Tejo é o mais recente, e com ele o grupo pretende apostar na inovação, apoiado numa "infraestrutura física e tecnológica moderna e altamente diferenciada".

Durante o primeiro ano, o grupo estima realizar um total 23 mil cirurgias, cercas de 80 mil diárias de internamento, bem como 465 mil consultas, entre outros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG