Metade dos trabalhadores de lares de idosos foram testados e 10% estão infetados

Mais de metade dos trabalhadores de lares de idosos foram testados e 10% estão infetados com covid-19, anunciou esta sexta o ministro da Administração Interna.

O ministro Eduardo Cabrita deu conta, em conferência de imprensa, que está a ser dada prioridade à realização sistemática de testes a trabalhadores de lares de idosos e que este programa está "em plena aplicação", estando a ser realizado em articulação com as autoridades de saúde, segurança social e com um conjunto de universidade e laboratórios.

"Foram já realizados testes a mais de 50% dos trabalhadores dos lares e até ao final da primeira semana de maio contamos ter testados todos os trabalhadores de lares", precisou, acrescentando que os níveis de deteção de casos positivos estão à volta dos 10% dos casos testados.

Segundo o ministro, estes 10% "não correspondem a um receio que existia de uma dimensão muito superior de casos positivos".

Na mesma conferência de imprensa, Eduardo Cabrita avançou também que os migrantes requerentes de asilo a viver em alojamentos na região de Lisboa vão ser testados. O Governo vai promover a realização desses testes.

A realização dos testes, que vai ser feita em colaboração com o Conselho Português para os Refugiados, acontece depois de terem sido detetados mais de uma centena de migrantes infetados com covid-19 num hostel de Lisboa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG