Quarenta crianças retiradas de creche do Bombarral devido a incêndio

Pequeno incêndio terá sido causado por micro-ondas. Foram mobilizados 11 operacionais e quatro veículos.

Um incêndio na creche do Centro Paroquial do Bombarral obrigou esta quinta-feira a retirar cerca de 40 crianças do espaço, que, devido ao fumo, vai estar hoje encerrado e as crianças entregues às famílias, disse fonte dos bombeiros locais.

O pequeno incêndio foi causado por um micro-ondas existente na copa, explicou à agência Lusa João Paulo Baptista, adjunto do comando dos bombeiros do Bombarral, no distrito de Leiria. Devido ao incêndio e ao fumo provocado, as 42 crianças, algumas das quais estavam ainda a chegar à creche pelas 08:45, quando os bombeiros foram chamados ao local, foram retiradas para a rua pelas auxiliares.

Devido ao fumo, três auxiliares foram assistidas no local pelos bombeiros. Após extinguir o incêndio com extintor, "o micro-ondas foi retirado para a rua e os bombeiros tiveram de fazer a ventilação do edifício", explicou o responsável.

A creche vai ficar hoje encerrada, a fim de serem efetuadas limpezas, estando as crianças a serem entregues às respetivas famílias.

No local, estiveram 11 operacionais e quatro veículos, nomeadamente três viaturas de combate a incêndio e uma ambulância dos bombeiros locais.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.