PSP de Leiria procura jovem desaparecida de lar de acolhimento

Uma jovem desapareceu segunda-feira do Lar Santa Isabel, em Leiria. PSP está a investigar.

Catarina Alexandra, de 14 anos, saiu do Lar Santa Isabel, em Leiria, por volta das 08:00 de segunda-feira para ir para as aulas, já não regressando nesse dia. Segundo a avó, Maria Oliveira, que a criou desde bebé, a adolescente não chegou a entrar na escola.

A PSP confirma o desaparecimento, que está a ser acompanhado pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), não apontado qualquer causa para o mesmo.

A PSP de Leiria emitiu "uma difusão de desaparecimento de menor", que foi "enviada de imediato para todas as subunidades da PSP, bem como para outros órgãos de polícia criminal", informaram o DN.

Uma das hipóteses levantadas no lar é que poderá estar em casa de um namorado, o que a avó não acredita. Teme que tenha sido raptada.

"Se ela estivesse a pensar em fugir, estaria triste quando esteve comigo no domingo e ela estava bem. Fomos almoçar e depois fui com ela a Fátima, costumamos passear, visitar castelos e monumentos, o que ela gosta muito de fazer", diz Maria Oliveira. Esteve com a neta entre as 11:00 e as 17:00 de domingo. Segunda-feira, às 21:30 foi informada que ela não tinha regressado ao lar.

A direção do Lar Santa Isabel não fala sobre o caso.

Catarina viveu com a avó até setembro do ano passado, quando o tribunal decidiu que seria melhor interná-la numa instituição. "O tribunal achou que eu era incompetente para tomar conta dela e vai-se a ver e acontece isto", lamenta. A decisão do tribunal foi tomada depois da rapariga, então com 13 anos, ter fugido com um rapaz.

Acrescenta que a jovem tomava medicação para os nervos, tratamento que foi interrompido. "Ela fica alterada sem a medicação. Começa a pensar coisa que não deve".

Ler mais

Exclusivos