Peregrinação do Migrante e do Refugiado no Santuário de Fátima

Peregrinação terá início às 18:30 na Capelinha das Aparições e, à noite, haverá a recitação do rosário e a procissão das velas.

A Peregrinação Internacional de agosto arranca esta segunda-feira no Santuário de Fátima, sendo esperados milhares de emigrantes na Cova da Iria, numa celebração presidida pelo cardeal canadiano Marc Ouellet. Decorre entre hoje e terça-feira, e integra, também, a Peregrinação Nacional do Migrante e Refugiado, sendo esperados milhares de emigrantes portugueses que aproveitam as férias de verão para se deslocar a Fátima.

A presidir ao evento, estará o cardeal Marc Ouellet, antigo arcebispo do Quebec (Canadá) que chegou a ser tido como um dos possíveis sucessores do papa Bento XVI. Marc Ouellet é também Prefeito da Congregação para os Bispos e presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina.

Segundo o Santuário de Fátima, nesta peregrinação será recordado o Muro de Berlim, com uma paragem, durante a procissão das velas, e uma oração junto ao pedaço do muro que se encontra em Fátima e que foi oferecido por um português residente na Alemanha.

O início da peregrinação está marcado para esta segunda-feira, às 18:30, na Capelinha das Aparições e, à noite, haverá a recitação do rosário, seguida da procissão das velas e da missa da vigília.

A missa internacional começa às 10:00 de terça-feira e integra "a tradicional oferta do trigo, pelos peregrinos, no momento da apresentação dos dons".

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.