Homem mata duas mulheres e suicida-se no Alandroal

Fonte da GNR de Évora revela que as vítimas têm cerca de 80 anos. A PJ está a investigar o caso

Um homem com idade com cerca de 80 anos assassinou a mulher e a cunhada, da mesma faixa etária, na manhã desta sexta-feira no monte de Terena, no concelho do Alandroal, em Évora.

De acordo com fonte da GNR de Évora contactada pelo DN, após matar as duas mulheres o homem terá depois tentado o suicídio, mas acabou por ser encontrado ainda com vida pelos agentes da GNR que foram chamados ao local. No entanto, acabou por não resistir aos ferimentos e acabou também por morrer.

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária, que enviou alguns agentes para o local do crime.

As mulheres foram "alvejadas com recurso a uma arma de fogo, uma pistola", a mesma que o alegado homicida terá utilizado para se tentar suicidar, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Para o local, foram mobilizados 16 operacionais, apoiados por sete veículos, dos bombeiros, da GNR e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que enviou a ambulância de suporte imediato de vida (SIV) de Estremoz e a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do hospital de Évora.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.